A falta de contato direto com a natureza pode afetar os nossos conhecimentos sobre ela?

Por Lucrécia Braz dos Santos *

 

A humanidade sempre dependeu dos recursos naturais para a sua sobrevivência, mas com o passar do tempo e devido a contextos socioeconômicos diferentes, essa dependência pode variar. Por exemplo, mesmo nos dias de hoje, muitas pessoas ainda dependem do uso da lenha para cozinhar alimentos. Há aqueles que coletam diretamente a lenha; há os que a compram através de terceiros e os que por algum motivo, abandonaram essa prática.  Essas mudanças de comportamento podem interferir nos conhecimentos a respeito dos recursos naturais, pois a literatura vem mostrando que a perda de contato direto com o recurso pode levar a perda desses conhecimentos.


Assim, com o intuito de entender se a coleta de lenha influencia o conhecimento das pessoas acerca deste recurso, um grupo de pesquisadores realizaram um estudo, por meio de entrevistas com coletores de lenha, compradores e pessoas que haviam abandonado o uso, em uma comunidade rural do Nordeste brasileiro. 

O estudo aponta que pessoas que coletavam lenha conheciam uma riqueza de espécies semelhante àquelas que compravam lenha e aos que haviam deixado de fazer o uso da mesma, ou seja, a quantidade e o conjunto de espécies que conheciam eram praticamente o mesmo. Assim, neste estudo, mostrou-se que o contato direto com espécies utilizadas como lenha não influencia no conhecimento, quando comparado a pessoas que já não tem esse contato direto. 


O conhecimento sobre o uso da lenha aqui provavelmente funciona de acordo com as condições socioeconômicas; por exemplo, se as condições financeiras melhoram as pessoas podem deixar de usar lenha e passar a usar gás para cozinhar alimentos, entretanto, se as condições financeiras piorarem, a pessoa pode passar a usar lenha, ou seja, é importante manter o conhecimento mesmo em “tempos fartos”, pois se as coisas piorarem esse conhecimento será útil, e é por isso que mantê-lo pode ser uma estratégia adaptativa para sobrevivência.

 

Abaixo você encontra o link da página em que o artigo foi publicado.

           2019  

Is local ecological knowledge altered after changes on the way people obtain natural resources?. Journal of Arid Environments

Edwine Soares Oliveira, Ulysses Paulino Albuquerque, Angelo Giuseppe Chaves Alves, Marcelo Alves Ramos

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0140196319300540

*Lucrécia Braz dos Santos é graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Piauí-UESPI. Atualmente é Bolsista de Cooperação Técnica (BCT) no Laboratório de Ecologia e Evolução de Sistemas Socioecológicos (LEA) do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia-Etnobiologia, Bioprospecção e Conservação da Natureza da UFPE, responsável pela parte de Divulgação Científica. 

Lattes: lattes.cnpq.br/3817142117520941

arid.jpg
  • w-facebook
  • Twitter Clean

Apoio